FGTS para compra de imóvel: tudo o que você precisa saber

Neste artigo vamos responder as principais dúvidas sobre a utilização do FGTS para compra de imóvel.

O FGTS, sigla para “Fundo de Garantia do Tempo de Serviço”, é uma espécie de “poupança” que o governo determinou em 1966, onde cerca de 8% do salário de um empregado (8% do ganho bruto mensal dele) é extraído e vai se acumulando para formar um fundo que presta amparo ao trabalhador em caso dele ser dispensado.

Desse modo, se um trabalhador for demitido, então ele possui esse valor para resgatar e utilizar.

O saque do FGTS somente é permitido mediante algumas situações previstas por lei, sendo que a aquisição da casa própria é uma dessas situações. E você pode fazer isso sem precisar quebrar o vínculo de emprego com a empresa na qual trabalha.

A seguir apresentaremos as regras para sacar esse valor e como você pode utilizá-lo para comprar seu imóvel.

Maneiras de usar o FGTS para compra de imóvel

Existem três formas de usar o valor do FGTS para a compra de um imóvel. A primeira delas seria usar a quantia para a aquisição feita à vista, no caso do valor a receber ser alto.

Outra forma de usar o FGTS seria para dar como entrada no valor do imóvel.

Cabe aqui dizer que o uso do fundo de garantia pode fazer com que os juros do valor do imóvel diminuam, pois o FGTS serve para a imobiliária ou para a construtora como uma espécie de garantia, já que elas veem isso como uma quantia preservada que podem receber, podendo você, assim, negociar juros menores.

Por fim, o FGTS pode ainda ser usado para dar entrada no financiamento imobiliário. Desse modo você consegue realizar seu sonho da casa própria e ainda se organizar financeiramente.

Como sacar o FGTS para compra de imóvel

Para fazer a solicitação do seu FGTS basta seguir os passos apresentados a seguir.

A primeira coisa a ser feita é a consulta do seu saldo do FGTS. Para isso basta acessar o site da Caixa Econômica indo para a seção de FGTS aqui.

Lá, basta clicar em “Consulte seu FGTS” e na próxima tela informar seu NIS e senha (ou crie uma conta, caso não tenha uma).

Desse modo você saberá qual o valor disponível e poderá se organizar financeiramente. Sabendo se o valor será para a compra ou para a amortização, por exemplo.

O próximo passo será reunir os documentos necessários como RG, CPF, Comprovante de Residência, Cartão Cidadão ou número do PIS seu e, caso seja casado, do seu cônjuge também. Em seguida, você pode trazer todos os documentos na Open House, onde um consultor fará a verificação.

E aproveitamos aqui também para recomendar um artigo onde abordamos sobre como escolher um bairro ideal para morar. Essa é uma etapa importantíssima de quem vai investir em um imóvel, de forma a garantir conforto e segurança para a família toda.

Condições para o uso do FGTS na aquisição da casa própria

Para que você consiga a liberação do FGTS para compra de imóvel, faz-se necessário seguir algumas regras:

– Você precisa possuir pelo menos 3 anos de lançamentos no FGTS para possuir direito ao saque do valor;

– Não pode ter outro financiamento ativo no SFH (Sistema Financeiro de Habitação) em seu nome;

– Você não pode ter outro imóvel em seu nome ou estar usufruindo de algum imóvel localizado em área urbana, seja o imóvel pronto ou em fase de construção;

– O imóvel adquirido precisa ser usado para fins residenciais do titular;

– E o imóvel que você pretende adquirir passará por uma vistoria a fim de constatar que ele se encontra em boas condições para moradia (sem apresentar riscos ao morador).

Importante: na declaração de Imposto de Renda, o valor do FGTS deve ficar em “Rendimentos Isentos e não Tributáveis”. E sobre o FGTS usado na aquisição do imóvel não incidirá nenhum tipo de cobrança de imposto.

Você ainda tem dúvidas sobre o uso do FGTS para compra de imóvel? Então entre em contato com os especialistas da Open House. Teremos o maior prazer em auxiliar você!

Telefone: 0800 944-1155

WhatsApp: (91) 98462-6497

Email: contato@imoveisopenhouse.com.br

Site: imoveisopenhouse.com.br

Apartamento na planta: um investimento que você deve fazer agora

Investir em um apartamento na planta é uma excelente oportunidade.

A sensação de sair do aluguel e morar num espaço que é seu é realmente maravilhosa. E essa é uma das maiores decisões tomadas na vida de muitas pessoas.

Mas a compra de um apartamento na planta seria mais vantajosa do que comprar um imóvel já pronto?

Esse é um investimento que não confere apenas em benefício econômico, mas existem ainda outras vantagens nessa escolha e sobre as quais abordaremos aqui hoje.

Nós também temos um artigo que recomendamos a leitura para quem pretende comprar um apartamento: 10 passos para conquistar seu apartamento próprio.

Por que investir em um apartamento na planta?

Listamos aqui algumas das vantagens que você tem ao optar por um imóvel na planta.

Sem dores de cabeça com manutenções

Como um apartamento na planta é novo, uma grande vantagem é não ter que se preocupar com manutenções e reparos por agora (e, quando bem feitos, nem por um bom tempo).

Já que as instalações hidráulicas, elétricas, entre outras, foram realizadas recentemente, com tudo novo, a probabilidade é de que você só vai precisar fazer algum ajuste dentro de uns bons anos.

Claro que haverá alguns detalhes relacionados com o acabamento do imóvel que você terá que rever, mas apenas isso.

Valorização do imóvel

A valorização é outra vantagem que faz com que muitos optem por um apartamento na planta. Ele pode ser visto, nesse caso, como um investimento.

Caso você compre um imóvel na planta num bairro valorizado (ou com potencial de crescimento) e em um local bem planejado, com investimento em infraestrutura (construção de shoppings, melhorias em transporte, escolas e comércios, etc), você poderá ter ganhos excelentes depois.

Economia na aquisição do seu imóvel

A que pode ser vista como principal vantagem da aquisição de um apartamento na planta é, sem dúvidas, a economia que você terá. Esse possui um valor mais acessível se comparado com a compra de um imóvel pronto.

E as construtoras oferecem opções bastante viáveis para os clientes. Sem contar que, pelo imóvel ainda estar sendo construído, os custos podem ficar menores do que no caso de um apartamento pronto. Assim, para quem busca economia para sair do aluguel e conquistar sua casa própria, essa é a opção ideal.

Planejamento na aquisição

Não bastasse a economia, quem opta por um imóvel na planta ainda tem como vantagem ter tempo para se planejar. Com isso, você pode fazer o planejamento financeiro, sendo que, geralmente, 30% do valor é pago ainda na fase de construção e o valor restante (70%) é pago assim que a obra é concluída (valor esse que pode ser parcelado).

A possibilidade de personalização

Ao contrário do que seria no caso de comprar um imóvel pronto, ao adquirir um imóvel na planta você tem a possibilidade de adaptar os acabamentos segundo as suas necessidades e gostos. Por exemplo: você pode escolher o tipo de piso, os azulejos, pode definir as instalações das bancadas, entre outros.

Outra vantagem aqui é que existem construtoras que até mesmo permitem que sejam feitas pequenas alterações no projeto. Isso não acontece ao comprar um imóvel pronto.

E essas são apenas algumas das vantagens que a aquisição de um imóvel na planta pode oferecer.

Fale com a Open House

Precisa de ajuda para comprar um apartamento na planta? Conte com a Open House e nossa equipe de especialistas.

Telefone – 0800 944-1155

WhatsApp: (91) 98462-6497

Email – contato@imoveisopenhouse.com.br

Site – imoveisopenhouse.com.br

Qual o melhor momento para comprar apartamento à venda?

Comprar um apartamento à venda é o sonho de muitos brasileiros. Logo, se sentir confuso quanto ao melhor momento para fazer essa aquisição é também bastante comum.

A compra de um apartamento é uma decisão que precisa ser ponderada. É necessário haver um planejamento e ser feita uma análise detalhada do mercado e também saber se esse é o momento ideal para você tomar essa decisão.

Hoje aqui buscaremos trazer informações que possam te ajudar a identificar qual a hora certa para adquirir seu imóvel.

Estabilidade financeira

Não adianta de nada avistar uma oportunidade para comprar um apartamento à venda se a sua situação financeira não é estável.

Se você está desempregado, possui outra dívida de valor elevado ou mesmo ainda não realizou um planejamento financeiro, então não é um bom momento tomar a decisão de comprar um apartamento à venda.

É necessário possuir estabilidade financeira para conseguir arcar com seus compromissos e, assim, evitar dores de cabeça. Ainda mais se adquirir o imóvel por meio de financiamento, onde parte do seu salário será comprometido com isso.

Melhores condições para a aquisição de um imóvel

Apesar de tudo, o mercado imobiliário apresenta hoje condições de aquisição mais facilitadas. Os donos de imóveis, por exemplo, estão dispostos a negociar a fim de fechar a venda.

Também, outras vantagens é que nos último anos é possível conseguir descontos e condições mais facilitadas e que se enquadrem com suas possibilidades. Existem também os programas sociais concedidos que ajudam a realizar o sonho da casa própria.

Definir o imóvel ideal

Existem muitas coisas importantes a se saber antes de comprar um apartamento. Inclusive, temos um artigo aqui no blog falando melhor sobre isso: tudo o que você precisa saber antes de comprar imóveis.

Dentre essas coisas essências, o primeiro passo antes buscar um apartamento à venda de é definir o imóvel ideal.

Você tem filhos ou planeja ter? Precisa de um imóvel que fique perto do seu trabalho? Qual o tipo de imóvel você consegue se imaginar morando por 5 anos ou mais? Costuma receber muitas visitas? Gostaria de ter seus familiares e amigos por perto? Tudo isso deve ser levado em consideração.

Com essas e outras informações você consegue definir o tipo de imóvel e ainda o bairro onde deseja residir, por exemplo. E, também, consegue identificar se agora é o momento ideal para fazer a aquisição.

Você tem uma reserva de emergência?

Caso você adquira o seu imóvel por meio de financiamento, se por ventura ocorrer algum imprevisto agora, você teria como arcar com as parcelas de 2 ou 4 meses, por exemplo? Você dispõe de uma reserva de emergência para essas horas?

Podemos até pensar que estamos bem agora, mas os imprevistos acontecem e não tem hora, não avisam.

É por isso que é extremamente importante fazer um planejamento antes de qualquer outra coisa.

É essencial rever alguns pontos e analisar se agora é o momento certo para você dar esse passo tão importante. Se a resposta for positiva, cabe ainda dizer que é extremamente importante contar com a ajuda de um profissional para encontrar as melhores oportunidades para você.

Por falar nisso, saiba que a Open House te ajuda a encontrar o apartamento que será perfeito para atender às suas necessidades. Fale com um de nossos consultores agora.

5 erros que as pessoas cometem quando vão comprar apartamentos

O momento de comprar um novo apê é de muita alegria. Mas o excesso de empolgação pode fazer com que muitos cometam alguns erros. E hoje aqui listamos 5 erros que as pessoas cometem quando vão comprar apartamentos e que você deve evitar a fim de fazer uma boa aquisição.
Cabe ainda dizer que esses erros aqui são mais comuns do que parecem e, se não solucionados, podem transformar seu sonho em pesadelo.

1 – Comprar por impulso

O primeiro dos erros que as pessoas cometem quando vão comprar apartamentos aqui da nossa lista: deixar a emoção guiar. E esse é um dos piores.
Essa é uma decisão crucial para sua vida, pois ditará o local onde você irá morar por um bom tempo ou mesmo por toda a vida.
Logo, deixe as emoções um pouco de lado e use seu lado racional: considere todos os aspectos da vida, suas necessidades, necessidades dos familiares (ou faça projeções para quando for constituir uma família). Esse momento deve ser muito bem pensado e depois você pode liberar as emoções para comemorar sua escolha.

Recomendação: não deixe de conferir o artigo onde apresentamos os 10 passos para comprar um apartamento.

2 – Deixar de fazer a vistoria no imóvel

Sim, muitas pessoas adquirem um apartamento e nem sequer sabem o que estão comprando. Caso não seja feita uma vistoria no local, você estará jogando com a sorte (e sabemos que dinheiro e sorte não combinam muito bem).
É totalmente desaconselhado adquirir apartamentos sem realizar uma vistoria e obter informações sobre o imóvel e sua construção.
Em suma, você adquirirá um imóvel que não conhece, que não sabe sobre o seu real estado.
Possuir um laudo de vistoria técnica é algo fundamental e também uma garantia para você. Inclusive, uma garantia legal do estado do imóvel. É uma maneira de saber o que a primeira vista não é possível: detalhes sobre a estrutura do mesmo e suas condições.

3 – Não fazer simulações

Caso vá adquirir seu imóvel por meio de financiamento, é importante fazer quantas simulações forem possíveis. E isso porque cada instituição oferece condições e prazos diferenciados.
As simulações te ajudarão a se organizar e fazer planejamentos com metas e objetivos mais claros.

4 – Visitar o imóvel somente uma vez

Outro dos erros que as pessoas cometem quando vão comprar apartamentos é visitar o imóvel somente uma vez.
Visitar o local em diferentes períodos do dia, por exemplo, é uma maneira de conhecer a vizinhança, sobre o comércio, a estrutura do prédio em si, etc. Sem contar que não é indo lá apenas uma vez que você tomará essa que é uma decisão tão importante.
É preciso analisar bem o local e conferir se ele atende às suas necessidades ou as necessidades dos seus familiares.

5 – Esquecer de verificar a documentação

A compra de um imóvel é um passo importante em sua vida e na vida da sua família. O que irá gerar mais segurança e conforto para todos. Mas é necessário certificar-se de eu o imóvel se encontra devidamente legalizado e com todos as documentações em dia.
Com a ajuda de um profissional você precisará analisar os documentos cuidadosamente. Faz-se crucial que a documentação fornecida possua todas as informações sobre o imóvel em questão.
Uma maneira de adquirir seu imóvel próprio de forma segura e tranquila é contando com uma imobiliária séria e comprometida com o cliente. Nesse caso, a Open House pode te ajudar. Somos uma imobiliária que atua em Belém do Pará e trabalhamos com compra e venda de imóveis e também com aluguel.

Os 10 Passos para você conquistar seu apartamento próprio

Se você deseja adquirir um imóvel para morar, saiba que existe um passo a passo importante. Para tanto, confira os tópicos a seguir com os 10 passos para você conquistar seu apartamento próprio:

 

1 – Não tenha dívidas em aberto

2 – Comece poupando dinheiro

3 – Confira os custos adicionais da compra

4 – Pesquise imóveis de preços compatíveis

5 – Prefira imóveis bem localizados

6 – Confira as condições do imóvel

7 – Não tenha pressa em fazer a escolha

8 – Reúna os documentos para o financiamento

9 – Pesquise os documentos do imóvel e do vendedor

10 – Tenha a ajuda de uma imobiliária de confiança

 

1 – Não tenha dívidas em aberto

O primeiro passo para conquistar o seu apartamento próprio é pagar todas as dívidas que tenha em aberto. Afinal, adquirir um imóvel exige dinheiro e planejamento.

2 – Comece poupando dinheiro

Em geral, quem deseja comprar a sua casa própria faz um financiamento, assim, deve poupar dinheiro, a fim de reunir um valor significativo para dar de entrada. Com isso, a parte financiada é menor, o que significa gastar menos com juros.

Então, poupe em torno de 20% do valor do imóvel para a entrada. Para tanto, economize cerca de 30% da sua renda. Isso permite juntar o dinheiro inicial e já faz você se acostumar a economizar mensalmente para pagar as parcelas.

3 – Confira os custos adicionais da compra

Muita gente se esquece que o valor em si do imóvel é apenas uma das despesas existente na aquisição da casa própria. Além das parcelas mensais, há os custos fixos, com contas de luz, telefone, água e outras.

Há também o seguro, condomínio, IPTU e o que se gasta com toda a papelada, seja para dar início ao financiamento, seja para fazer a transferência do seu nome para o imóvel. Então, tenha uma reserva.

4 – Pesquise imóveis de preços compatíveis

Outro passo importante é ter os pés no chão e pesquisar apenas pelos imóveis que possuem preços compatíveis com as suas possibilidades financeiras. Dessa forma, você não corre o risco de fazer a escolha errada.

5 – Prefira imóveis bem localizados

A localização é mais um passo essencial. Além de favorecer a venda, caso um dia você precise vender o seu imóvel, um lugar adequado pode reduzir o seu custo de vida. Afinal, se for perto do trabalho, escola, estabelecimentos comerciais, etc. você poupa tempo e dinheiro.

6 – Confira as condições do imóvel

Não se esqueça ainda de verificar as condições do imóvel antes de adquiri-lo. Seja minucioso e avalie se os problemas encontrados não vão dar apenas dor de cabeça e mais despesas.

7 – Não tenha pressa em fazer a escolha

Por mais que você queira realizar logo o seu sonho, a pressa vai só atrapalhar a sua escolha. Mesmo que ache que encontrou o lugar certo, procure mais um pouco para ter certeza.

8 – Reúna os documentos para o financiamento

Se você fizer financiamento, outro passo fundamental é reunir todos os documentos necessários. Informe-se sobre eles e evite que a falta de algum prejudique a negociação.

9 – Pesquise os documentos do imóvel e do vendedor

Depois de escolher o apartamento ideal, não se anime tanto. Antes verifique se os documentos do mesmo, bem como do proprietário e do seu cônjuge estão todos em ordem.

10 – Tenha a ajuda de uma imobiliária de confiança

Com uma imobiliária de confiança, parte desse passo a passo se torna muito mais simples e prático. A Open House é uma imobiliária especialista em aluguéis, venda e compra de imóveis e para quem mora ou deseja morar em Belém do Pará é o lugar certo.

10 Pontos que você precisa verificar em casas para vender antes de comprar

A hora de escolher um imóvel residencial para morar é de muita animação. Porém, é importante estar atento a todos os cuidados que se deve ter para fazer a aquisição certa.

Dessa forma, separamos os 10 pontos que você precisa verificar em casas para vender antes de comprar. Confira nos tópicos a seguir:

  • 1 – Documentação para imóveis usados
  • 2 – Documentação para imóveis novos
  • 3 – Documentos do vendedor
  • 4 – Condições da casa ou apartamento
  • 5 – Localização do imóvel
  • 6 – Vizinhança da residência
  • 7 – Compatibilidade com sua renda
  • 8 – Satisfação dos futuros moradores
  • 9 – Dúvidas esclarecidas
  • 10 – Importância da imobiliária

1 – Documentação para imóveis usados

Um dos principais pontos a respeito dos imóveis usados são os documentos que devem ser verificados antes de comprar uma casa ou apartamento. Entre eles estão:

  • Cópia da matrícula atualizada;
  • Certidão negativa de tributos do imóvel;
  • Certidão negativa de débitos com o condomínio;
  • Certidão negativa de utilidade pública do imóvel.

2 – Documentação para imóveis novos

No caso de imóveis novos, é preciso verificar o memorial descritivo, um documento onde deve reunir todos os dados a respeito da construção. É preciso ainda da convenção do condomínio e da certidão negativa de débitos com o condomínio.

3 – Documentos do vendedor

É importante verificar também os documentos do vendedor, como o seu certificado negativo de ação cível e criminal, sendo necessário obter o mesmo documento do cônjuge. Verifique ainda se um deles não está cadastrado nos serviços de proteção ao crédito.

4 – Condições da casa ou apartamento

Outro ponto de extrema importância, principalmente em imóveis usados, é conferir como estão as suas condições gerais. Nessa hora, atente-se aos detalhes, como possíveis infiltrações e rachaduras, piso com desnível, estado das janelas e portas, telhados e coberturas, bem como torneiras e chuveiros.

5 – Localização do imóvel

Quem vai comprar uma casa deve avaliar a sua localização. É adequado que seja conveniente para você e a sua família, permitindo acesso prático ao trabalho, escola e demais lugares. Avalie ainda os arredores, se há oferta de lojas, mercados e mesmo hospitais.

6 – Vizinhança da residência

Da mesma forma, é necessário considerar a vizinhança do local onde você pretende morar. Não só caminhe pelo quarteirão para ter uma ideia, como também converse com outros moradores.

7 – Compatibilidade com sua renda

Por mais que as pessoas sonhem com a casa perfeita na hora de comprar a sua, é preciso ter os pés no chão e adquirir um imóvel com valor compatível com as suas possibilidades financeiras. Nesse sentido, saiba ainda o valor do condomínio, se houver.

8 – Satisfação dos futuros moradores 

Converse com as demais pessoas que vão residir no imóvel e certifique-se que é do agrado de todos. Apenas dessa forma é possível fazer uma compra de sucesso.

9 – Dúvidas esclarecidas

Não deixe dúvidas para traz, inclusive, ao ler o contrato de compra e venda. Se isso acontecer, pode haver problemas posteriores.

10 – Importância da imobiliária

Uma forma de garantir uma compra assertiva é com ajuda de uma imobiliária de confiança. A Open House é uma empresa especializada em compra, venda e aluguel de imóveis, inclusive, financiados pelo programa Minha Casa Minha Vida. Conheça os seus serviços.

10 Motivos para você comprar um imóvel no Minha Casa Minha Vida

O programa Minha Casa Minha Vida incentiva as pessoas a realizarem o sonho de terem os seus próprios lares. Para tanto, o programa facilita muito o financiamento do imóvel. Para saber mais sobre o assunto, continue lendo este artigo.

A seguir, você encontra os 10 motivos para você comprar um imóvel no Minha Casa Minha Vida:

1 – Facilidade de obter financiamento

2 – Não ter que pagar mais aluguel

3 – Subsídios para o financiamento

4 – Taxas mais acessíveis

5 – Financiamento de longo prazo

6 – Estilo próprio

7 – Possibilidade de usar o FGTS

8 – Investimento no longo prazo

9 – Atendimento especializado

10 – Segurança e dignidade

 

1 – Facilidade de obter financiamento

Como já dito, um dos principais motivos para você comprar um imóvel no Minha Casa Minha Vida é a facilidade de obter financiamento. Além dos benefícios que oferece e veremos em seguida, todo o procedimento é muito fácil.

Basta você se enquadrar nos pré-requisitos e já iniciar o processo.

2 – Não ter que pagar mais aluguel

Para muitas pessoas, a principal razão de fazer parte do programa é a possibilidade de finalmente sair do aluguel. Afinal, quem paga o seu valor todos os meses sabe como poderia economizar se conseguisse investir esse dinheiro.

3 – Subsídios para o financiamento

Conforme a sua renda familiar, o Minha Casa Minha Vida subsidia parte do valor do imóvel que será financiado. Ou seja, você faz o financiamento apenas de uma parcela do preço total do imóvel. Em financiamentos comuns, isso não acontece.

4 – Taxas mais acessíveis

Mais um dos principais motivos para você comprar um imóvel no Minha Casa Minha Vida é porque, também diferente de outras linhas de crédito, é possível ter acesso a juros muito mais baixos. Assim, o custo total fica muito abaixo do praticado em outras situações.

5 – Financiamento de longo prazo

O programa permite que o financiamento para a sua casa própria se estenda por até 360 meses. Assim, você tem uma grande facilidade para quitar seu imóvel.

6 – Estilo próprio

Como o imóvel será seu, você tem a liberdade de decora-lo de acordo com seu gosto e estilo, sem ficar preso às permissões no caso de imóveis alugados. Assim você tem mais conforto e sente mais prazer por morar em um local com a sua cara.

7 – Possibilidade de usar o FGTS

Ao aderir ao programa, é possível sacar os recursos da sua conta do FGTS – Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, para contribuir com o pagamento das prestações. Vale lembrar que em poucas situações esse dinheiro pode ser usado e essa é uma delas.

8 – Investimento no longo prazo

Hoje, financiar um imóvel e sair do aluguel é um investimento no longo prazo muito importante não só para você como para a sua família, inclusive para as futuras gerações. Afinal, pense o quanto você gasta de aluguel por ano.

Agora, multiplique esse valor por 20, 30, 40 anos. Fez as contas? É claro que vale a pena financiar um imóvel e garantir um gasto a menos para os seus filhos, que vão herdar o imóvel.

9 – Atendimento especializado

Quem acha que é muito burocrático fazer um financiamento, não precisa se preocupar. Todo o atendimento do programa é especializando, isso quer dizer que os atendentes ajudam em todos os detalhes na hora de fazer a papelada, inclusive aqui na Open House.

Além disso, sempre que for preciso, é possível entrar em contato com eles para esclarecer dúvidas.

10 – Segurança e dignidade

Por fim, mas não menos importante, o último dos 10 motivos para você comprar um imóvel no Minha Casa Minha Vida é garantir a sua segurança e dignidade. Lembre-se que, em tempos de incertezas, como os de agora, é necessário pensar no futuro.

Dessa maneira, aproveite a oportunidade de ter a sua própria residência, que não garante só conforto como também mais segurança para você e sua família. E ainda mais importante, dignidade, para construírem um futuro promissor.

Aqui na Open House temos consultores especializados no Minha Casa Minha Vida, e que podem prestar todo o suporte necessário para você, desde a escolha do imóvel até a assinatura do contrato. Entre em contato agora mesmo e agende uma visita:

contato@imoveisopenhouse.com.br

(91)0800 944 1155

Whatsapp: (91) 98462-6497

Casas à venda: como escolher o bairro ideal antes de comprar

Quem vai comprar a sua casa própria, bem provavelmente está muito animado com essa possibilidade. O mesmo acontece com quem vai se mudar de bairro. No entanto, mesmo em meio a tanta euforia, é preciso estar atento a algumas questões.

Entre elas, como escolher o bairro ideal antes de comprar. Afinal, já que a aquisição de um imóvel consiste em um alto investimento, é importante que o lugar onde se pretende morar seja bem escolhido. Para tanto, é necessário levar em consideração diferentes aspectos.

Continue lendo este artigo e confira as dicas a seguir:

  • Proximidade com trabalho e escola
  • Disponibilidade de transporte e mobilidade urbana
  • Segurança da região
  • Fácil acesso ao comércio e serviços
  • Vizinhança amigável
  • Valorização do imóvel

Proximidade com trabalho e escola

Quando se avalia o melhor lugar para comprar a sua casa, é difícil dizer qual o aspecto mais importante. Afinal, isso depende muito do perfil de cada família. Mas um fator bastante relevante é a proximidade com o seu local de trabalho.

Ainda mais se você mora em um grande centro urbano, esse deslocamento faz toda a diferença na sua rotina. Assim é melhor se a distância não for longa demais, evitando o excesso de trânsito e o consequente estresse.

Da mesma forma, é válido morar perto da escola dos filhos, a não ser que a ideia seja mudar o local de estudos.

Disponibilidade de transporte e mobilidade urbana

Quem usa o transporte urbano deve estar atento ao escolher o bairro ideal antes de comprar, à disponibilidade e à facilidade de acesso. O recomendado é adquirir um imóvel que fique próximo das vias onde passam os ônibus ou outros meios de transporte.

Já quem possui carro próprio e costuma se locomover com ele, deve estar atento à qualidade das vias urbanas, afinal você não quer ter que passar, todos os dias, por uma estrada esburacada, não é mesmo? Confira também a situação das calçadas da região.

Segurança da região

Não tem como falar em como escolher o bairro ideal antes de comprar sem citar a relevância da segurança da região. Ainda mais se você está adquirindo a sua casa própria, nada melhor do que uma área segura para você e a sua família.

Pesquise os índices de violência da região. Você também pode conversar com a vizinhança e verificar como está a iluminação pública. Em alguns bairros, são contratados seguranças particulares para fazer rondas.

Fácil acesso ao comércio e serviços

Para quem não tem carro ou prefere evitar dirigir sempre quando possível, verificar o acesso ao comércio local é mais um aspecto importante ao escolher o bairro para morar. E mais, pode ser necessário que haja hospitais, postos de saúde, cartórios e outros serviços aos arredores.

Essa é uma questão bem particular, uma vez que para algumas pessoas residir em um bairro totalmente residencial pode ser a melhor escolha. Afinal, isso garante muito mais sossego e menos barulho. De qualquer forma, não deixe de pensar nisso.

Vizinhança amigável

Mesmo que hoje se fale muito que as pessoas pouco se relacionam com os seus vizinhos, ainda existe quem prefira uma vizinhança amigável para morar e criar os seus filhos. Portanto, se você faz parte desse grupo, leve isso em consideração.

Você pode verificar se existe uma associação de moradores, conversar com os vizinhos para conhecê-los melhor antes de se mudar, etc. Ainda mais se você vai residir em uma casa, essa relação costuma ser mais próxima.

Valorização do imóvel

Até quem pretende adquirir um imóvel e tem a ideia de permanecer para sempre no lugar deve avaliar como o bairro pode valorizar o seu imóvel. Isso porque, devido a uma série de razões, um dia você pode querer vender seu imóvel, mesmo que não esteja nos seus planos.

Confira como está o desenvolvimento da região e, se for uma área nova, recém loteada, como está o futuro do lugar, se há planos de novos condomínios e aumento do comércio local. Além disso, esse fator impacta diretamente todas as demais questões já citadas.

Então, agora que você aprendeu como escolher o bairro ideal antes de comprar, não se esqueça que é preciso fazer muita pesquisa e avaliar bem com toda a família. E você pode contar com o suporte da Open House. Nossos consultores são especializados em encontrar os melhores bairros com as melhores oportunidades de imóveis para você comprar. Entre em contato e agende uma visita:

0800 944 1155

contato@imoveisopenhouse.com.br


Whatsapp: (91) 98462-6497

Saiba se você pode comprar um imóvel no programa Minha Casa Minha Vida

O programa Minha Casa Minha Vida, também conhecido como MCMV, é um dos mais populares para quem busca uma forma de, finalmente, adquirir a sua casa própria. Por meio dele, é possível acessar financiamentos muito mais vantajosos do que aqueles oferecidos tradicionalmente pelos bancos.

No entanto, existem alguns fatores que impedem que uma pessoa possa comprar um imóvel pelo Minha Casa Minha Vida. Você sabe quais são eles? Se a resposta for não, é preciso se informar. Então, continue lendo este artigo.

E, através dos tópicos a seguir, saiba quais situações poderão desenquadrar seu perfil para comprar um imóvel no programa Minha Casa Minha Vida.

  • Ter recebido benefícios de algum programa habitacional
  • Estar cadastrado no CADMUT – Cadastro Nacional de Mutuários
  • Já ser proprietário de um imóvel
  • Ser arrendatário do PAR – Programa de Arrendamento Residencial
  • Possuir financiamento de imóvel residencial ou de material de construção
  • Fazer parte do CADIN – Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal

Ter recebido benefícios de algum programa habitacional

Se você já recebeu, em outro momento, qualquer tipo de benefício de algum programa habitacional, saiba que não pode usufruir das vantagens do Minha Casa Minha Vida. Isso acontece mesmo se esse outro programa for promovido pela sua cidade ou estado.

Afinal, o programa do governo federal tem o objetivo de ajudar as pessoas que ainda não possuem casa própria. Portanto, se você recebeu algum benefício, quer dizer que já contou com a ajuda necessária.

Além disso, uma pessoa não pode participar do Minha Casa Minha Vida mais do que uma vez para adquirir um imóvel. Se você já foi beneficiado com o programa, não poderá participar por uma segunda vez.

Estar cadastrado no CADMUT – Cadastro Nacional de Mutuários

Quem já se beneficiou alguma vez, mesmo que há anos, do SFH – Sistema Financeiro da Habitação, possui um cadastro no chamado CADMUT, ou seja, no Cadastro Nacional de Mutuários. Essa é mais uma situação em que não se pode entrar no Minha Casa Minha Vida.

Portanto, se você, anteriormente, conseguiu financiar um imóvel por meio do SFH, não pode financiar uma casa ou apartamento recebendo os benefícios do MCMV. Da mesma forma, o programa do governo busca ajudar pessoas que ainda não tiveram a oportunidade de comprar uma residência.

Já ser proprietário de um imóvel

O Minha Casa Minha Vida tem como objetivo oferecer uma oportunidade para pessoas que ainda não têm uma casa ou apartamento próprio. Afinal, hoje em dia, nem todo mundo consegue fazer um financiamento comum, disponível pelos bancos.

Dessa forma, é o governo federal quem injeta dinheiro nos financiamentos para deixar as parcelas mais acessíveis à população com renda baixa. Assim, quem já possui um imóvel em seu nome não pode se beneficiar do programa.

No entanto, se você possui apenas um terreno, sem nada construído nele, então, pode sim se cadastrar no Minha Casa Minha Vida e financiar o local da sua moradia.

Ser arrendatário do PAR – Programa de Arrendamento Residencial

O PAR é o Programa de Arrendamento Residencial, promovido pelo Ministério das Cidades, operado pela Caixa Econômica Federal e financiado pelo FAR – Fundo de Arrendamento Residencial. Tem como finalidade permitir que famílias que recebem até R$ 1.800,00 possam financiar um imóvel.

Esse programa acontece em cidades com mais de 100.000 habitantes. Portanto, se você já fez uso desse programa, também não pode participar do Minha Casa Minha Vida.

Possuir financiamento de imóvel residencial ou de material de construção

Outra situação que pode impedir você de participar do Minha Casa Minha Vida é se já tiver feito um financiamento para adquirir casa ou apartamento ou mesmo para comprar material de construção.

Afinal, esse programa se destina a pessoas que não tiveram ainda a oportunidade de ter a sua casa própria.

Fazer parte do CADIN – Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal

Também não pode usufruir do Minha Casa Minha Vida as pessoas que estão cadastradas no CADIN – Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal. Quem tem o seu nome nesse cadastro possui dívidas com o governo federal.

Por isso, antes de buscar pelo programa, é importante regularizar o seu nome junto ao CADIN, para depois conseguir uma oportunidade de financiar o seu imóvel.

O Minha Casa Minha Vida é um programa que veio para melhorar a qualidade de vida dos brasileiros. E se você quer comprar um imóvel nesse programa, entre em contato com a Open House. Nossos consultores irão ajudar você em todos os aspectos, desde a escolha do imóvel até o procedimento de compra. Fale agora mesmo com nossos corretores.

Telefone: 0800 944 1155

Email: contato@imoveisopenhouse.com.br

Endereço: Rua Domingos Marreiros, 49 – sala 1206 – Umarizal – Belém

Whatsapp: (91) 98462-6497

Tudo o que você precisa saber antes de comprar imóveis

Adquirir um imóvel para morar, instalar a sua empresa ou apenas para investir é um passo importante na vida de qualquer pessoa. Por isso, é preciso estar atento a todos os cuidados que se deve ter.

Se você pensa em finalmente realizar o sonho da casa própria ou ter um imóvel para outra finalidade, continue lendo este artigo. Nos tópicos a seguir, está o passo a passo ideal para realizar esse investimento e tudo o que você precisa saber antes de comprar imóveis.

  • Avalie se você pode investir em um imóvel
  • Tenha o auxílio de um corretor de imóveis
  • Não tenha pressa em escolher o imóvel
  • Faça uma inspeção no imóvel escolhido
  • Negocie o preço do imóvel com o vendedor
  • Esteja atento aos trâmites legais

Avalie se você pode investir em um imóvel 

Quem é que não deseja ter uma casa ou apartamento para chamar de seu? Por isso, é importante estar atento às oportunidades para adquirir um imóvel, seja por conta daquela herança que surgiu, seja porque o mercado está favorável para fazer um financiamento.

No entanto, por mais que haja a vontade de ter a sua casa própria, é fundamental avaliar se está na hora certa de fazer esse investimento. Você tem como pagar pelo imóvel? Se for financiar, vai conseguir arcar com as parcelas mensais?

Fazer essa avaliação é indiscutível, afinal, se você financiar, é bem provável que demore vários anos para pagar. Nesse período, pode ter que fazer concessões para economizar dinheiro. Ou seja, é importante estar bem certo de que é isso o que você quer para manter o foco.

Tenha o auxílio de um corretor de imóveis 

Você até pode sair por aí procurando um imóvel para comprar, mas o processo se torna realmente eficiente com a ajuda de um profissional capacitado, como um corretor de imóveis. Com o seu conhecimento, ele torna a procura mais assertiva.

Para tanto, explique o quanto você pode investir, em que bairros prefere morar, se quer uma casa ou apartamento, se tem preferência pelo número de cômodos, etc. Com esses dados, o corretor filtra os imóveis disponíveis e encontra mais facilmente o ideal para você.

Não tenha pressa em escolher o imóvel 

Por mais que você queira morar na sua casa própria o quanto antes e se livrar do aluguel, tenha em mente que a pressa é inimiga da perfeição. Se você não controlar a ansiedade pode acabar comprando o primeiro imóvel que ver e gostar.

No entanto, pode haver outras opções mais interessantes. Então, tente conhecer o maior número possível de casas ou apartamentos para só depois fazer a sua escolha que, certamente, será mais adequada.

Faça uma inspeção no imóvel escolhido 

Mesmo se você gostou muito de um imóvel e deseja adquiri-lo, é importante que faça uma inspeção no local, a fim de conferir se não há problemas sérios no imóvel, como infiltrações. Esse cuidado deve ser ainda maior em prédios antigos.

Nessa hora, o corretor é um grande aliado, pois, com a sua experiência, pode contribuir em muito com essa avaliação. E, caso encontre problemas, é preciso que o proprietário arrume antes de entregar o imóvel ou mesmo que faça um preço mais barato.

Negocie o preço do imóvel com o vendedor 

Em geral, quem coloca à venda um imóvel pede um preço um pouco maior do que realmente deseja receber. Afinal, ele sabe que o comprador interessado pode fazer uma oferta para adquiri-lo por um preço menor.

Assim, não custa nada fazer uma contraproposta, oferecendo um mais baixo do que o solicitado. Porém, se o imóvel desejado tiver outros interessados, é preciso ter cuidado para não acabar perdendo a oportunidade.

Nesse sentido, o corretor também pode contribuir, ao se informar como está a procura pelo imóvel.

Esteja atento aos trâmites legais 

A partir do momento que se escolhe a residência para comprar e o valor é acertado, começa o procedimento burocrático. Se você fizer um investimento, é possível que já tenha iniciado o trâmite, pois é preciso solicitar o crédito para saber que valor tem disponível para investir.

Mesmo assim, há muitos documentos para pesquisar e assinar, além dos relacionados ao financiamento. O corretor, mais uma vez, é o profissional que vai garantir que tudo seja realizado de forma adequada, segura e dentro da lei.

Então, não deixe de buscar um profissional com experiência no mercado e capacitado a oferecer o melhor serviço.

Comprar um imóvel sem ter ajuda de um corretor profissional pode se tornar uma tarefa muito difícil, concorda? Mas você pode contar com o suporte da Open House, tanto para escolher o imóvel dos seus sonhos quanto para auxiliarmos no procedimento burocrático. Entre em contato agora mesmo.

Telefone: 0800 944 1155

Email: contato@imoveisopenhouse.com.br

Endereço: Rua Domingos Marreiros, 49 – sala 1206 – Umarizal – Belém

Whatsapp: (91) 98462-6497

 

Copyright © - Todos os direitos reservados.